segunda-feira, 21 de junho de 2010

solstício - verão 2010



Era uma vez
Um rasgo de magia
Dança de sombra e de luz
De sonho e fantasia
Num ritual que me seduz
Cinema que me dás tanta alegria

Deixa a música
Crescer nesta cadência
Na tela do meu coração
Voltar a ser criança
E assim esquecer a solidão
Os olhos a brilhar
Numa sala escura

Voa a 24 imagens por segundo
Meu comovido coração
Aprendeu a voar
Neste Cinema Paraíso
Que eu trago no olhar
E também no sorriso


cine-musica : Ennio Morricone /Dulce Pontes



"..............mas, aquilo que pretendo aqui deixar,
talvez a mais emotiva cena da tarde,
senão sentida na pele pelo menos no intelecto,
foi quando a dada altura do filme me apercebo
que há uma senhora idosa, sentada com mais um casal
de idosos, que vai lendo incansavelmente
as legendas do filme (longo, longo...)
em voz alta, muito discretamente, aos outros dois.................

Nessa altura, devo ter chegado à parte do filme
em que chorar me fez doer um bocadinho o peito
e sorrir ao mesmo tempo"

cinemoção : silk

Sem comentários: